jump to navigation

Antologia Poética 29/07/2011

Posted by brunoernesto in Literatura.
add a comment

Foi com grande satisfação que recebi a notícia da classificação de um poema no 1º Concurso Nacional Novos Poetas 2011, Prêmio Augusto dos Anjos. Aproveitando excitação do fato, publico aqui em primeira mão, não o poema classificado no concurso, mas uma de minhas produções:

AGONIA EM TORNO DOS DESENTENDIDOS

Rodeado de quimeras, ei-la silhueta!

Sempre onde está, a distância insiste

Tudo que diz, vira algo triste

Seu tagarelar, salta em piruetas

 

O que mira agora é somente poeira

O que ver a ser dito é pura baboseira!

Nenhum vestígio de boa expressividade,

Somente um vazio ou grande vacuidade

 

Porém este insiste, em mostrar algo simples

Tentando arroubar-se com tamanho intrincamento,

Com galopadas e vômitos, de vasto pensamento

 

Mas a Lei o acompanha… e está sempre ali…

E ele a exalta, tentando exprimir

Quisera este pobre, o seu entendimento.